Fotografia: COF

Oliveira do Bairro e Paivense continuam numa luta cerrada pela manutenção no Campeonato Safina. As duas equipas estão empatadas na tabela, já a cinco pontos de Fiães, Carregosense e Alvarenga, quando falta disputar duas jornadas. A formação bairradina, que voltou a não contar com alguns jogadores preponderantes, perdeu na casa do já condenado Cucujães.
Um golo logo a abrir o encontro foi determinante para uma equipa que joga sobre brasas e que não aproveitou o empate do Paivense, em casa, frente ao Esmoriz.
A equipa de Tó Miguel, no confronto direto com a formação de Castelo de Paiva, leva vantagem, mas o calendário parece ser mais favorável aos paivenses, prevendo-se, por isso, luta renhida até ao último segundo do campeonato.
Num confronto entre duas equipas que já desceram, o Mealhada não foi além de um empate caseiro com o Romariz. Mas nem tudo foi mau para a equipa de Luís Simões, que face à derrota do Milheiroense em Espinho, deixou o último lugar (têm os mesmos pontos), posição que ocupou grande parte da temporada.
2-Em virtude do final da Taça de Portugal, toda a jornada das provas distritais disputa-se no sábado.
O Oliveira do Bairro fará a receção ao Fiães, adversário a quem um ponto é suficiente para garantir a manutenção. Já os bairradinos não podem pensar noutro resultado que não seja a vitória, numa partida onde a ansiedade irá tomar conta dos jogadores e quem tiver o melhor discernimento terá mais hipóteses de ter sucesso.
O Mealhada desloca-se ao terreno do Lourosa, adversário que pretenderá despedir-se dos seus adeptos da melhor maneira. Há quatro meses que a equipa de Tonel não perde em casa, por isso resta contrariar o favoritismo dos homens da casa.
II DIVISÃO
CAMPEÃO. Para o apuramento de campeão da 2.ª Divisão, o Famalicão averbou a terceira derrota consecutiva, desta vez no terreno da Ovarense e, nas duas jornadas que faltam, resta-lhe apenas cumprir calendário, pois a luta do título será entre a formação de Ovar e o Canedo.
Na próxima ronda, o Famalicão desloca-se a Canedo e os nortenhos tudo farão para somar mais três pontos para não perderem de vista a Ovarense, que recebe o Vista Alegre.
Do 2.º ao 6.º lugar. Para o melhor segundo lugar, o Fermentelos venceu fora o São Vicente Pereira e entrou na corrida pela liderança, que irá discutir no próximo sábado, em casa, contra o Mansores, que goleou no seu reduto o Calvão (4-0). Os arouquenses têm mais três pontos. O Calvão, ainda sem pontos, recebe o São Vicente Pereira. Pontuar e limpar a imagem dos jogos anteriores, são objetivos da equipa comandada por João Almeida.
Para o 3.º lugar, o Oiã vingou a derrota da primeira volta e venceu fora a Juve Force.
Segue-se, em casa, o Mosteirô FC e, caso vença, ultrapassa o seu adversário e sobe ao segundo lugar.
Já a Juve Force vai a casa da ACRD Mosteirô, líder da série, não se prevendo facilidades para a formação de Ponte de Vagos.
Para o 4.º lugar, o Mourisquense perdeu a primeira posição ao perder no terreno da EF Rui Dolores. O novo líder é o Macieirense, que goleou no Carqueijo (4-0).
A próxima jornada poderá definir quase tudo com o Mourisquense a receber o Carqueijo, onde só a vitória lhe interessa.
Para o melhor quinto, o Bustos trouxe precioso ponto de Paços de Brandão, mas já não tem grandes hipóteses de chegar ao primeiro lugar. E se ainda sonha com qualquer coisa, é vital ganhar em casa ao Valecambrense.
Para o 6.º lugar, o Mamarrosa, em casa, com uma exibição muito positiva, derrotou o Valonguense e isolou-se no segundo lugar.
Na ronda seguinte defronta fora o Sanguedo, que regista só por vitórias os jogos realizados (4), não se prevendo um jogo fácil para os bairradinos. Se a equipa de Jorge Rameiras quiser sonhar com a liderança terá de ganhar. O Valonguense recebe o Cesarense B e é favorito.