1-Foi uma jornada deveras positiva para as equipas bairradinas.
O Águeda cometeu a proeza de sacar um ponto na casa do líder Alba, tal como o Mourisquense, que na Gafanha atrasou a equipa local na luta pela subida de divisão.
A LAAC empatou seis dos últimos sete jogos. No terreno do Valecambrense, a equipa de Aguada de Cima contabilizou o nono empate, numa jornada amplamente produtiva para as equipas do concelho de Águeda, pois o Fermentelos, em casa, derrotou o Estarreja.
2-O Alba joga no reduto da LAAC e o bom momento da equipa de Vítor Rita aconselha a maior prudência ao líder do campeonato.
O Fermentelos joga na casa do antepenúltimo classificado, o Lobão, e as perspectivas de trazer algo na bagagem são positivas, aplicando-se o mesmo ao Mourisquense no terreno da Oliveirinha, último classificado.
O Águeda recebe o tranquilo Paços de Brandão e para os Galos é imperioso começar a saber o que é ganhar em casa em vez de empatarem.

II DIVISÃO

SÉRIE C. 1-Depois da derrota do Bustos em Oiã, que continua imparável rumo ao principal escalão, o Troviscalense tem uma prova de fogo na Borralha, frente à BARC, adversário que já não perde há sete jornadas. Em jogo está o reforço da 2.ª posição da equipa da Póvoa do Forno.
Nesta jornada também se joga pelo 4.º lugar, com o Águas Boas a jogar no Requeixo. A equipa de Artur Rabiça conta com um ponto a mais e dois sobre o Gafanha D’ Aquém que folga nesta jornada. Nos últimos anos, a equipa bairradina tem sentido enormes dificuldades no campo das Poças e tudo irá fazer para não voltar a meter água.
O Mamarrosa recebe o Sosense e, em caso de vitória, cola-se ao seu adversário na classificação. O nosso vaticínio vai para a divisão de pontos.
O Nariz, que ainda não obteve qualquer ponto, fará a recepção ao Bom Sucesso, e se a equipa mantiver o mesmo comportamento das 14 jornadas já cumpridas, apesar da boa imagem deixada no terreno do Troviscalense, dificilmente terá sucesso.
O Carregosa joga em casa com o Eirolense. As duas equipas não atravessam uma boa fase, num jogo que poderá dar repartição dos pontos.

SÉRIE D. 1-O jogo grande da jornada é sem margem para dúvidas o Luso – Calvão, jogo entre o 3.º e 1.º classificados. Os homens das águas, que aspiraram ao regresso à 1.ª divisão, estão sete pontos da liderança, e só a vitória interessa no sentido de encurtar distâncias.
Quem poderá aproveitar é o Mealhada, apesar de ter pela frente um derby concelhio, o Antes, na casa deste. O valor individual entre uma e outra equipa poderá fazer a diferença.
A jornada engloba alguns derbies. O Famalicão joga em Vila Nova de Monsarros. Os vilanovenses ainda não ganharam, apenas somaram em casa dois pontos. O favoritismo pende para a equipa de Paulo Idílio.
Maior equilíbrio prevê-se no Paredes do Bairro – Ribeira/Azenha. Os paredenses têm sentido enormes dificuldades perante o seu público (apenas uma vitória alcançada na penúltima jornada frente ao Antes e dois empates). O Azenha também não tem feito muito melhor. Empate em perspectiva!
Depois da goleada em Couvelha, o CRAC recebe o Aguinense disposto a limpar a sua imagem. Terá pela frente um adversário que está a realizar um campeonato tranquilo e que tem todas as condições para pontuar em Parada de Cima.
Em Arinhos há derby com o Benfica local a receber o Carqueijo. Os encarnados ainda não venceram em casa, mas neste tipo de jogos tudo pode acontecer. A nossa tendência vai para a divisão dos pontos.
O Couvelha folga.

Manuel Zappa