A agitação marítima forte fez a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) elevar hoje para Laranja o alerta em todos os distritos litorais, onde se espera ondulação máxima entre os oito e os 10 metros.

A ANPC elevou o estado de alerta para o segundo mais grave, face às informações disponibilizadas pelo Instituto de Meteorologia (IM).

O alerta Laranja foi lançado para os distritos de Aveiro, Beja, Braga, Coimbra, Faro, Leiria, Lisboa, Porto, Setúbal e Viana do Castelo, até às 15:00 horas de quinta-feira.

O IM prevê ondulação de noroeste, de seis a oito metros, aumentando para oito a dez metros.

Em comunicado, a ANPC recomenda especial atenção às informações do Instituto de Meteorologia, da Marinha Portuguesa, e indicações da Protecção Civil e Forças de Segurança.

Também é destacada prudência quanto às actividades relacionadas com o mar, assim como atenção à desobstrução dos sistemas de escoamento das águas e recomendada condução defensiva e não atravessamento de zonas inundadas.

A Marinha Portuguesa já apelou para que as pessoas não se aproximem da costa durante hoje e na quinta-feira, devido à forte agitação marítima, e pediu cuidados redobrados para quem tem actividades no mar.

“Bem sei que o espectáculo deste fenómeno de rebentação das ondas é bonito, mas as pessoas devem manter-se afastadas e não se colocarem em situações de risco”, sublinhou o porta-voz da Marinha, comandante Alexandre Santos Fernandes.

Na segunda-feira, duas jovens desapareceram na Madeira depois de terem sido atingidas por uma onda quando observavam a agitação marítima. Durante as operações de busca, um socorrista morreu na terça-feira.

O Instituto de Meteorologia (IM) colocou hoje a costa ocidental sob aviso vermelho, o mais grave da sua escala, devido à previsão de ondas de noroeste que poderão atingir dez metros.

A ANPC tinha accionado na segunda-feira o alerta amarelo em Portugal continental devido à previsão de precipitação, queda de neve, vento forte e agitação marítima.

Este alerta tinha sido decretado até às 20:00 de quarta-feira.