O Clube de Atletismo de Oliveira do Bairro (CAOB) ainda não atingiu a maioridade, para lá chegar ainda tem que percorrer um longo caminho, mas, a grande verdade, é que ao completar apenas um ano de existência, já deixou a sua marca no atletismo distrital e nacional com diversos títulos conquistados na época de estreia.
A data, dia 4 de outubro, dia em que Renato Duarte e Carla Reis, na conservatória, formalizaram o nascimento do CAOB, foi celebrada com um jantar que reuniu 110 pessoas, um momento em que os atletas e treinadores receberam uma lembrança, e que se ficou a saber que dois atletas irão representar o Sporting na nova época prestes a começar.
Renato Duarte, presidente da direção, falou do passado, presente e futuro e tem em mente vários projetos, como o lançamento da Academia de Atletismo do CAOB e o 1.º Grande Prémio de Atletismo de Oliveira do Bairro.
A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro diz-se atenta ao grande trabalho que o clube tem feito e vai ajudar numa das necessidades que Renato Duarte lançou no jantar de aniversário, uma caixa de saltos.
Trabalho de equipa. Apenas num ano de existência, a direção do CAOB angariou fundos e comprou uma carrinha; participou em 60 competições, de norte a sul do país; ultrapassou os 50 atletas federados; teve um campeão nacional (Omar Elkhatib), que também foi chamado à Seleção Nacional; 4 medalhas em campeonatos nacionais; teve 24 campeões e conquistou 61 medalhas nos campeonatos distritais dos vários escalões etários e teve 5 atletas que foram chamados à Seleção de Aveiro.
“No dia 4 de outubro de 2017 concretizámos um sonho nascido da vontade e união de um grupo de praticantes de atletismo, que recordo com uma certa nostalgia”, começou por dizer Renato Duarte.
O presidente, que também é treinador, diz que foram 12 meses intensos, que passaram “num abrir e fechar de olhos”, mas, por outro lado, afiançou que “vivemos dias de uma dinâmica e maturidade fora do comum dentro e fora das pistas de atletismo, da dedicação e a capacidade de mobilização de tanta gente nas nossas inúmeras atividades, a evolução e rápida afirmação dos nossos atletas, quase todos principiantes na modalidade e as conquistas que desde cedo nos habituámos a saborear”.
Por isso, exaltou que “é difícil de acreditar que estamos perante uma Associação com um ano de vida, que rapidamente se afirmou entre os melhores clubes do país, numa das modalidades mais competitivas do desporto português, aquela que mais êxitos trouxe para Portugal, em Jogos Olímpicos”, e, com orgulho, disse: “Tornámo-nos numa das principais equipas daquele que é um dos três principais distritos (a par com Lisboa e Porto) do país, em atletismo, entre 1750 atletas federados.”
Renato Duarte focou o grande trabalho de equipa, falou do imprescindível apoio de várias empresas e que permitiram ao CAOB melhorar os seus recursos, deixando um sincero reconhecimento ao Oliveira do Bairro Sport Clube, que “desde o primeiro dia nos deu a mão”, cedendo a sua sede para reuniões e assembleias-gerais. “São eles que ainda hoje recebem a nossa correspondência postal, dado que ainda não temos um espaço próprio para esse efeito”, deixando um repto: “É nossa intenção estabelecer com as autarquias um protocolo de atribuição de um espaço físico, para que o clube possa realizar as suas reuniões e assembleias gerais, e outros atos administrativos inerentes à atividade associativa.”
O presidente/treinador agradeceu ainda à Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Oliveira do Bairro “por terem acreditado no nosso projeto desde o primeiro dia, com apoios de forma direta ou indireta”, a todos os membros do CAOB, atletas, treinadores e pais e todos aqueles que adotaram o CAOB nas suas vidas de uma forma indiscritível, fazendo deste Clube uma verdadeira família. É esta a nossa verdadeira força”, rematou.
Futuro. Se a direção do CAOB pretende contar com um espaço físico, é também sua intenção receber uma mensagem de confiança por parte da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, através da criação urgente de condições básicas no parque desportivo, para que possa desenvolver o treino das várias disciplinas do atletismo. Espaço para treino dos saltos e lançamentos, e eventual colocação de um tapete de tartan para o treino das corridas de velocidade.
O Clube pretende ainda proporcionar uma saudável harmonia no seio deste grupo. Fazer deste um espaço onde todos se sintam bem, e se relacionem bem entre si.
No que diz respeito aos projetos, a direção do CAOB está em plena fase de reorganização dos grupos de treino, por idade e maturidade desportiva, reunindo assim condições para que o número de atletas do CAOB continue a aumentar, em todos os escalões.
 Escola de Atletismo – Iniciação: Para rapazes e raparigas a partir dos 6 anos. Um grupo destinado a jovens em fase de iniciação na modalidade. É feita a abordagem às várias disciplinas do atletismo sob a forma jogada.
Competição: Para rapazes e raparigas a partir dos 12/13 anos, em fase de introdução específica, às áreas técnicas nas quais venham a revelar maiores aptidões. Ainda com recurso a formas jogadas, a aposta principal passa pelo desenvolvimento da velocidade e força, principais bases em todas as áreas do atletismo.
Rendimento desportivo: Para rapazes e raparigas a partir dos 14/15 anos. Neste caso, desenvolve-se cada atleta com vista ao seu máximo rendimento no panorama competitivo. Desenvolver um quadro competitivo adequado ao nível competitivo de cada um dos elementos.
Renato Duarte avançou para dois projetos especiais, tais como o lançamento da Academia de Atletismo do CAOB, que além de várias ações direcionadas para os atletas mais jovens, vai permitir sessões de treino/convívio com alguns dos mais conhecidos atletas portugueses, e do 1.º Grande Prémio de Atletismo de Oliveira do Bairro.
Conhecidos os projetos, Renato Duarte chamou ao palco as pessoas que estão neste barco desde o primeiro dia, e com quem nasceu este sonho: Carla Reis, João Gonçalves e Tiago Ferreira, todos eles treinadores: “Foram durante este ano peças fundamentais desta equipa, com grande dedicação no acompanhamento semanal dos atletas, quer nos treinos quer nas competições. Daqui por largos anos, serão recordados como os fundadores desta Associação.”
Todos, tal como Renato Duarte, receberam uma lembrança, seguindo-se os atletas que, um a um, foram chamados ao palco, onde também foram presenteados para gáudio dos seus familiares e amigos.
Depois veio a revelação, em primeira-mão, da voz de Renato Duarte, da transferência para o Sporting de Carla Reis, atleta que representava a Juventude Vidigalense e que faz parte do grupo de treino da CAOB, e de Omar Elkhatib. “Na próxima época vão para o Sporting, mas irão continuar a treinar connosco”, vincou Renato Duarte, que acrescentou: “É um motivo de orgulho para todos nós e um passo importante para a carreira dos atletas. É também o reconhecimento do trabalho que foi feito no nosso clube.”
Sintonia. Aproveitando a deixa das lembranças, Simão Vela, presidente da Junta de Freguesia de Oliveira do Bairro, afirmou que “é a cereja no topo do bolo, pois os atletas são a alma viva dos clubes. Quero dar os parabéns a todos, um bebé com um ano um bocadinho maduro, já anda e corre, já come de garfo e faca, e todos os troféus alcançados deixam-me a mim, e à Junta de Freguesia, com muito orgulho”, terminando que “mais do que os atletas, estes clubes servem para formar homens e mulheres, função que o CAOB está a fazer muito bem”.
Susana Martins foi pelo mesmo diapasão: “É muito importante soltar os atletas, são a peça fundamental do clube, mas, sem a ajuda dos pais, o clube não anda para a frente.”
Para a vereadora do desporto da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, “sei o quanto é difícil iniciar um clube. Tem que haver uma verdadeira união, os alicerces não podem começar pelo telhado, e o CAOB, que acompanho de perto, é um clube muito bem trabalhado e organizado. Por isso, a Câmara Municipal tem a obrigação de apoiar este clube. Vamos protocolar a caixa de saltos na Escola Acácio Azevedo e, sobre as outras questões afloradas pelo Renato Duarte, vamos trabalhar para que num futuro próximo o CAOB tenha melhores condições”.